Contratados por um investidor, arquitetos do escritório Terra e Tuma projetam residência em condomínio de Santana do Parnaíba, SP | aU - Arquitetura e Urbanismo

Residencial

Terra e Tuma . Santana do Parnaíba, SP . 2011/2014

Contratados por um investidor, arquitetos do escritório Terra e Tuma projetam residência em condomínio de Santana do Parnaíba, SP

Por Laura Sobral Fotos Pedro Kok
Edição 239 - Fevereiro/2014

O resultado do conhecimento de mercado do investidor, mais as soluções de traços fortes dos arquitetos e o cuidado dos paisagistas é uma casa com qualidade arquitetônica e grande potencial de venda. "A questão de 'ou faço boa arquitetura ou consigo ganhar algum dinheiro' não é mais tão radical. O mercado está abrindo espaço para a arquitetura de qualidade, com formas propositivas", comenta Danilo. O investidor da Casa Um, Luis Antonio, confirma: "Escolhi o Terra e Tuma porque gosto da forma como eles trabalham, com bastante luminosidade e formas leves. Queria algo arrojado, que se destacasse". E completa: "o movimento de aposta em traços mais autorais, que está crescente no Brasil, é um passo corajoso que tem de ser dado. O resultado são mais oportunidades e diversidade para quem está à procura de um imóvel".

PROJECT FOR SALE
Does so-called good architecture need to go in the opposite direction of architecture generated by the market? Not in the opinion of young architects Danilo Terra and Pedro Tuma, at Terra e Tuma Arquitetos Associados. "We live a time in which the market has conditions to produce. We, architects, can get closer to the market and to its propositions. We see the possibility of being a part of it all," says Pedro. The architects' opinion has just become materialized in House One, inside the New Ville closed condominium, in Santana de Parnaíba, São Paulo. The house, which has 140 m² of constructed area, was commissioned to the architects by investor, Luis Antonio Faria, at the developer, LAF Participações, to be put up for sale. The 290 m² ground space, with a 10 m facing, presented a sharp downhill slope towards the rear of the ground space. The decision was made to enhance the volume of the house at street level. A compensation study was conducted to eliminate the need to buy fill dirt, or remove it from the ground space, by just moving the existing dirt. The constructive system is conventional: the structure is made of concrete; the wall system was built in ceramic blocks; all covered with a metallic roof. The choice was made to undercut the job and make it a more competitive investment. The result of the investor's market knowledge, plus the architects' strong featured solutions and the landscapers' care is a house with architectonic quality and great sales potential.

DADOS DA OBRA

PROJETO dezembro/2011
ÍNICIO DA OBRA julho/2012
TÉRMINO DA OBRA janeiro/2014
ÁRE DO LOTE 289,77 m²
ÁREA CONSTRUÍDA 140 m² (térreo 90 m² + superior 50 m²)
ÁREA COBERTA DO PAVIMENTO INFERIOR 90 m²
RECUOS 8 m (frente), 8 m (fundos), 1,5m (laterais)
CUSTO TOTAL DA OBRA 1.660 reais/m²

FICHA TÉCNICA

ARQUITETURA Terra e Tuma Arquitetos - Danilo Terra, Pedro Tuma, Juliana Iha, Lucas Miilher
ESTRUTURA Jasel Neme
ELÉTRICA E HIDRÁULICA Minuano Engenharia - Cibele Báez Neme, Roberto Abou Assali
PAISAGISMO Gabriella Ornaghi Arquitetura da Paisagem - Gabriella Ornaghi, Rodrigo Bordigoni, Lilian Braga
CONSTRUÇÃO Sergio dos Santos Arcene

FORNECEDORES

ESQUADRIAS Metaltec Esquadrias Especiais
TELHA METÁLICA Kofar Industria e Comércio
AÇO Risatec Distribuidora de Aço
MATERIA DE OBRA Depósito Apoio


PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2


Destaques da Loja Pini
Aplicativos